O que são e para que servem as figuras de linguagem? Quais os tipos? Exemplos!



As figuras de linguagem são recursos contidos na língua portuguesa, utilizados para deixar as frases, as expressões e a linguagem de um modo geral, mais rica.

Para aprender mais sobre figuras de linguagem veja abaixo quais os tipos existentes destes recursos linguísticos.

Metáfora


Consiste em fazer uma substituição de termos que possuem significados diferentes, concedendo aos termos os mesmos sentidos.

Exemplo

O menino chorou um rio de lágrimas.

Metonímia


Consiste no uso da parte pelo todo. Na metonímia um termo substitui o outro que possui um significado próximo.

Exemplo

 Ele ama ler Sydney Shield.

Sinestesia 

Consiste em misturas sensações dos sentidos humanos.

Exemplo

Ela sentiu o sabor quente da vitória.

Catacrese


Consiste em atribuir em atribuir um nome a algo que não tem uma denominação específica.

Exemplo

O pé da mesa quebrou.

Antítese


Consiste em utilizar duas palavras que possuem sentidos diferentes, porém expressam algo em conjunto.

Exemplo

João ficou com tanto medo que estava suando frio.

Paradoxo ou oximoro


É uma forma de antítese que se apresenta de forma mais radical. Os termos apesar de serem apostos podem ser utilizados em um mesmo contexto.

Exemplo

 O pobre homem rico perdeu a esposa.

Eufemismo


Consiste em trocar um temos pelo outro para transmitir um significado mais leve.

Exemplo

 O avô dela foi para o céu.  (Foi para o céu foi utilizado no lugar de morreu).

Hipérbole


Consiste em utilizar termos para transmitir um sentindo mais exagerado ou desconfortável.

Exemplo

Ele quase explodiu de raiva.

 Ironia 

Consiste em dizer uma coisa, mas querendo expressar outro significado.

Exemplo: Perder meu celular era o que faltava para encerrar meu dia muito bem.

Apóstrofe

Consiste em usar termos que invoca algo ou alguém para manifestar algum sentimento.

Exemplo

 Meu Deus! Este bolo é muito bom.

Personificação ou prosopopeia

Consiste em atribuir sentidos e sentimentos a coisas irracionais.

Exemplo

 O girassol ficou contente ao ser colocado no sol.

Pleonasmo


Consiste em utilizar termos que significam a mesma coisa.

Exemplo

Dupla de dois; descer para baixo.

Cacofonia


Ocorre quando o final de uma palavra se junto com o início de outra é forma um termo estranho.

Exemplo

Ele viu ela no shopping. (vi+ ela= viela)

Elipse


Consiste em omitir um termo ou expressão da frase, porém mesmo assim ele pode ser identificado.

Exemplo

Me devolveu os meus livros. (Omite-se ‘’ele’’ na frase, mas isto é percebível).

 Ambiguidade ou anfibologia


Ocorre quando a expressão fica com duplo sentindo, e é não possível compreender totalmente o seu significado.

 Exemplo

O jogador falou com o treinador caído no campo. (Não é possível ter certeza de quem estava caído no campo).

 Onomatopeia


Consiste em utilizar termos para expressar, barulho, ruído ou som.

Exemplo

Toc Toc... Ele escutava as batidas na porta.  

 Hipérbato ou inversão


Consiste em alterar a ordem direta dos termos de uma oração, que consistem em: sujeito + verbo + complemento.

Exemplo

São como filhos esses animais para ela.

Anáfora 

Consiste em usar a mesma palavra várias vezes para dar mais ênfase ao que está sendo dito.

Exemplo

‘’Quando não tinha nada eu quis

Quando… esperei

Quando tive frio tremi’’

(À Primeira Vista, Chico César).

Alusão


Consiste em fazer uma referencia ou citação, relacionando um texto a outro.

Exemplo

Eles se amavam assim como Romeu e Julieta.

 Aliteração


Consiste em empregar a  repetição consecutiva de sons consonantais que são parecidos ou idênticos.

Exemplo

Quem com ferro fere, com ferro será ferido.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Qual o mapa politico no Brasil - Como ele se divide por estados?

Ossos da Mão - Quais são os ossos da mão humana?

Equação de 1º Grau - Onde Surgiu? Qual a fórmula? Exercicios para praticar!